Notícias Adventistas

Caravana da Esperança reúne mais de seis mil pessoas em Minas Gerais

Mais de mil interessados foram cadastrados e serão visitados por equipe de evangelismo local.

Caravana reúne membros e interessados em três cidades mineiras. Número de participantes ultrapassou os seis mil.

Governador Valadares, MG… [ASN] Mais de seis mil pessoas participaram da Caravana da Esperança que ocorreu em três cidades do leste de Minas Gerais entre nos dias 17 e 18 de agosto. O programa itinerante teve a participação do pastor Luís Gonçalves, diretor do departamento de Evangelismo da Igreja Adventista para a América do Sul e reuniu membros e interessados.

A iniciativa passou pelos municípios de Teófilo Otoni, Governador Valadares e Ipatinga. De acordo com o pastor Kleber Reis, presidente da Igreja Adventista na região leste do Estado, a proposta foi reunir os membros das três localidades e conclamá-los à fidelidade a Deus e para uma ação missionária forte e coesa num momento em que a Igreja precisa levar a mensagem de esperança a outros lugares.

Agora, o próximo passo da equipe de evangelismo local é visitar as mais de mil pessoas interessadas que foram cadastradas durante o evento, explica o pastor José Lopes, que dirige o departamento no leste mineiro. Ele diz que aqueles que deixaram seus nomes serão encaminhados aos templos mais próximos para conhecer mais sobre a Bíblia.

“O evangelismo público é um programa de colheita e você só pode colher onde foi semeado, e a semeadura é um trabalho da igreja, é um trabalho pessoal”, informa o pastor Luís Gonçalves. Ele reforça que iniciativas como os pequenos grupos de estudo bíblico, classe bíblica, as duplas missionárias preparam o candidato. “Uma coisa não exclui a outra, elas se unem, se integram.”

Para o pastor Luís Gonçalves (foto), o trabalho evangelístico deve ser desenvolvido por cada adventista

Gonçalves observa que cada adventista deve ter uma “cabeça evangelística”, seja na esfera pessoal ou pública. “Jesus, com seus discípulos, ia de casa em casa e de vez em quando reunia uma multidão e pregava para ela. Assim foi feito em Ipatinga. Assim estamos fazendo aqui na região de Minas Gerais e na América do Sul”, destaca.

“Muitos saíram determinados a entregar suas vidas a Jesus. Outros saíram motivados a pregar e anunciar o evangelho levando esperança. E como sempre diz o próprio pastor Luís: ‘não basta ser adventista, tem que ser evangelista’”, ressalta Lopes. [Equipe ASN, Eugenio Saraiva]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox