Notícias Adventistas

Calebes movimentam comunidade rural no Rio Grande do Sul

Calebes realizam visitas às famílias que frequentam as reuniões evangelísticasSanto Antonio da Patrulha, RS…[ASN] A Missão Calebe no Rio Grande do Sul é ainda mais intensa no mês de julho. Isso porque o inverno é muito rigoroso. Por esse motivo, o projeto que envolve jovens de toda américa do sul, aqui, é chamado de  “Missão Calebe Abaixo de Zero”. São jovens destemidos que não se deixam abalar por qualquer rajada de vento. Eles estão espalhados pelas terras gaúchas para transmitir a mensagem de esperança. Na comunidade rural de Santo Antonio da Patrulha, os jovens deram inicio a suas atividades no dia 22 de julho e seguem coma programação até o dia 05 de agosto.

Os jovens de Santo Antônio da Patrulha já realizam o trabalho de pequenos grupos e classes bíblicas desde o início do ano nessa comunidade rural. A Missão Calebe neste local faz parte de um projeto evangelístico que envolve mais tempo do que o período de férias e pretende obter resultados duradouros.

Durante esse período de atividades esses os “calebes” realizam visitas às famílias que frequentam as reuniões evangelísticas. Fazem pesquisas bíblicas nas casas da comunidade e cantam para os moradores locais. Além disso, as crianças recebem tratamento especial através da Escola Cristã de Férias – um trabalho que ensina as crianças, através de histórias bíblicas, trabalhos artesanais e muita música.

Missão Calebe Abaixo de ZeroÉ na hora de realizar as atividades entre a comunidade que os jovens descobrem talentos que nem sabiam que existiam. Alexandre Mendes, conta que a Missão Calebe o ajudou a combater sua timidez: “Eu sou uma pessoa bastante tímida, e o “calebe” tem desenvolvido uma característica mais extrovertida na da minha personalidade. Eu sinto que para algumas coisas tenho ficado mais desinibido e o “calebe” tem sido muito útil para isso na minha vida”, afirma.

O objetivo final dessa Missão Abaixo de Zero é que após esses “calebes” voltem às suas atividades de estudos e para suas igrejas de origem, nesta localidade seja o inicio de uma nova Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD). “Aqui no Mon Jolo, comunidade rural que pertence ao distrito de Santo Antônio da Patrulha, começamos a sonhar com a idéia de ter uma Igreja Adventista. Na semana santa alugamos um salão para a programação, após essa semana especial iniciamos um pequeno grupo e uma classe bíblica. Foi então que surgiu o desafio para os “calebes” de participarem desse projeto aqui nas férias. Para que, através do trabalho dos “calebes”, seja estabelecida uma Igreja Adventista, lugar onde as pessoas dessa comunidade tenham para se reunir e ouvir a mensagem de salvação em Cristo Jesus”, relata o pastor de Santo Antônio da Patrulha, Sandro Lopes da Silva. [Equipe ASN, Bianca Lorini]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox