Notícias Adventistas

Alunos adventistas testemunham do sábado em universidade no Rio Grande do Sul

Jovens adventistas não se intimidaram com a restrição e mantiveram seu culto mesmo em uma instituição educacional.

Jovens gaúchos deram seu testemunho em instituição de educação e ficaram motivados

Jovens gaúchos deram seu testemunho em instituição de educação e ficaram motivados

São Leopoldo, RS … [ASN] – Um grupo de 25 vestibulandos adventistas ficou confinado por 12 horas no auditório da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) em razão da espera do horário do pôr-do-sol para a realização do prova. Dezoito mulheres e sete rapazes, entre 16 e 32 anos, passaram o período do sábado em meditação, reflexão e louvor, tudo em favor do sonho de ingressar na universidade. Acompanhados por representantes da Agremiação Gaúcha de Universitários Adventistas (AGUA), os jovens também aproveitaram para contar histórias inspiradoras uns aos outros. Entre eles, estava havia a história de Lucas Timm (25), que há alguns anos abandonou o curso superior que fazia em Goiânia em razão de duas disciplinas que o obrigavam a frequentar aulas após o pôr do sol de sexta-feira.

Na ocasião, o trabalho de conclusão de curso de Timm já havia sido aprovado com distinção. Junto ao grupo, ele iria fazer o vestibular no Rio Grande do Sul para iniciar uma nova etapa de vida. No mesmo dia, Eberson Fernandes, hoje assessor especial do governador do Rio Grande do S,ul Tarso Genro, também contou seu testemunho. Em determinada ocasião, Fernandes se negou a comparecer em um evento importante que aconteceria em um sábado. A confiança em Deus e a conduta cristã contrariaram perspectivas e lógicas humanas, resultando na permanência do Fernandes no emprego mesmo com a decisão contrária. Após a exposição destas histórias, o grupo de vestibulandos e a equipe da agremiação se uniram em oração, ratificando seus votos de fidelidade a Jesus. “Assim como os três jovens hebreus, de Daniel capítulo 3, que não se curvaram perante a estátua de ouro, eles firmam o mesmo propósito, sabendo que Deus tem o poder de livrar de todo o mal quando Seus princípios são postos em xeque, porém, mesmo que não livre, seguirão a santa e soberana vontade de Deus”, afirma Moisés Silva, presidente da agremiação. [Equipe ASN, da Redação]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox