Notícias Adventistas

Alimento saudável é tema em capacitação de cantineiras

Aulas práticas quebram preconceito com comida vegetariana. São Paulo, SP… [ASN] Na semana que antecedeu o início das aulas da Rede Educacional da Associação Paulistana, que administra a Igreja Adventista na capital de São Paulo, o grupo de cantineiras das 15 unidades escolares se reuniu no Centro de Treinamento de Cotia (CT), para receber orientações de como ampliar o cardápio com alimentos ainda mais saudáveis.
De acordo com os estudos do Ministério da Saúde, mais da metade (52%) da população com menos de oito anos de período de estudos está acima do peso. O que a criança e o adolescente consome, na sua fase estudantil, tem contribuído para aumentar ou diminuir a estatística.

O treinamento das cantineiras veio com a possibilidade de diminuir a obesidade infantil. São novas alternativas de como preparar alimentos integrais com receitas práticas, produzir pratos vegetarianos que favorecem o crescimento saudável do aluno, sem causar problemas de sobrepeso.

Diversos pratos foram apresentados no treinamento. Alessandra Teixeira Miranda Araújo, coordenadora das cantinas das unidades escolares da Paulistana, ressaltou que o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), criou em 2006 a Portaria 1010, que institui as diretrizes para a promoção da alimentação saudável nas escolas.

“A capacitação das cantineiras é um processo muito importante hoje na Educação Adventista. Nosso objetivo é de incentivar uma cantina saudável com lanches e comidas com muita qualidade nutricional”, diz Alessandra.

As aulas práticas foram ministradas por Daiane Alves da Silva, professora do curso de culinária do CT. Segundo a técnica em nutrição, as pessoas acham muito complicado preparar pratos vegetarianos. “Existe um certo tabu. Nas aulas práticas esse conceito caiu por terra”, relatou.

Na ocasião também foi abordado o tema: Manipulação dos Alimentos e Higiene, com a nutricionista Gisele Coradi. O assunto da alimentação infantil ficou por conta de Jaqueline Bernardes, nutricionista do Hospital Adventista São Paulo. Ela destacou dez erros que não podem acontecer na educação alimentar das crianças. “Alguns deles são bem conhecidos: dizer sempre sim, lanches fora de hora e oferecer comida como recompensa”. O pastor Dutra destacou a importância da cantineira na relação com os alunos.

Maria Terezinha Paulino Sobreira, da unidade de São Caetano do Sul, trabalha há nove anos em cantina escolar. Ela encara o seu ofício com muita responsabilidade. “Temos que cuidar bem da alimentação das nossas crianças. Infelizmente hoje já vemos crianças obesas, com problemas de diabetes, depressão e pressão alta”, disse. [Equipe ASN – Eber Pola]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox