Notícias Adventistas

Adventistas distribuem 8 mil livros na Rio+20

Rio de Janeiro, RJ…[ASN] Na quarta-feira, 20 junho, a sede administrativa da Igreja Adventista do Rio de Janeiro fez a distribuição de 8 mil livros A Grande Esperança, da autora Ellen White. A ação foi realizadadurante a conferência da Rio + 20,  na Cúpula dos Povos – Aterro do Flamengo.

A Rio + 20 foi a maior conferência da ONU (Organização das Nações Unidas) já realizada, com ampla participação de líderes de empresas, governos e sociedade civil, assim como, oficiais da ONU, acadêmicos, jornalistas e o público em geral. Aproveitando esse grande evento mundial, os desbravadores, aventureiros, voluntários da ADRA (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais) realizaram  a distribuição do livro “A Grande Esperança”.

Mariana Gomes, de 10 anos, ajudou na distribuição dos livros e transmitia alegria ao entregar cada exemplar. Com um sorriso estampado no rosto, a garotinha entregou centenas de livros. “Falar do amor de Jesus para as pessoas é motivo de felicidade. Muito em breve quero morar com Jesus no céu”, disse Gomes.
Mariano Cesar, que recebeu um exemplar da Grande Esperança, admirou o projeto: “Nunca havia conversado com um adventista. Tinha uma impressão negativa sobre essa religião. Agora vejo que são pessoas com princípios éticos, sociais e morais. Além disso, falam de um Cristo que abraça a todos independentemente de credo ou classes sociais”, destacou.
De acordo com o líder de jovens do Rio de Janeiro, pastor Edson Romero, a ação  é de grande importância. “Precisamos estar presentes em eventos como este e levar a mensagem de Cristo ao mundo. Na Rio + 20, encontramos pessoas de diversas religiões e classes sociais que buscam conhecer novos projetos relacionados ao meio ambiente. Eles necessitam também saber que no mundo ainda temos a grande esperança, que é a volta de Jesus”, destacou.

Marluce dos Reis, quebradeira de coco, que reside no Maranhão, afirmou que já tinha recebido o livro em sua cidade. “Eu já li esse livro e vou ler novamente. O mundo precisa dessa esperança, passamos por grandes conflitos aqui na terra. A minha maior esperança é ver Jesus muito em breve” afirmou.

Para o líder de Jovens em todo o Sudeste do Brasil, pastor Ivay Araújo, a iniciativa em levar esperança aos participantes do Rio + 20 foi positiva. “Devemos compartilhar com toda a população o amor de Jesus e levar mensagens de esperança de um mundo melhor”, destaca.
A imprensa local também esteve presente na Rio + 20 e divulgou o trabalho dos adventistas em  distribuir o livro  “A Grande Esperança”.
O Coral Jovem da Igreja Central do Rio de Janeiro também realizou a distribuição de mil exemplares do livro “A Grande Esperança”,  no dia 17 de junho, no Aterro do Flamengo.

Para Priscila Barbosa dos Santos que andava pelo local com um grupo de Desbravadores observando a exposição da Rio + 20, conheceu os bandeirantes e escoteiros, juntos participaram de uma dinâmica sobre  a AIDS, e como isso afeta no meio ambiente os jovens se uniram e a liderança de Desbravadores testemunhou sobre o amor de Cristo. “Eu achei que isso foi uma experiência única, nunca tinha visto os três grupos assim reunidos conversando, foi bem divertido, interessante também fiquei admirada , sim essa é a palavra, admirada com o que estava acontecendo naquele dia”, comentou a jovem.

“Na Rio+20, através da sociedade civil e movimentos sociais vimos pessoas de várias partes do mundo  apresentando propostas para “reinventar o planeta”. Todos buscam um “planeta melhor”. O Coral levou o livro “A Grande Esperança”, dizendo a todos que um dia Jesus renovará esta terra, e aí sim viverem os para sempre num planeta onde haverá justiça social e ambiental eternos. Momento único, liberdade plena de expressão, jovens adventistas apaixonados por Jesus dizendo à Cúpula dos Povos da Rio + 20,  que Ele é a única esperança”, afirmou o pastor distrital Claudenir de Assis, da Igreja Central do Rio de Janeiro.

Albérico França, professor, ganhou o livro e pediu mais vinte exemplares para distribuir na faculdade. “Sei que é um livro muito bom, pois já li um exemplar, agora quero compartilhar esse conhecimento com os meus alunos da faculdade na Bahia”, afirmou.
Durante a programação da Rio + 20 a ADRA (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Asssistenciais), montou uma banca no Aterro do Flamengo com o nome “Amigos da Natureza”. Lá eles distribuíam livros sobre “A Grande Esperança” e passavam informações sobre os Clubes de Desbravadores e Aventureiros para a comunidade. [Equipe ASN, Dina Karla Miranda]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox