Notícias Adventistas

A Grande Esperança chega a presídio no Ceará

Fortaleza, CE…[ASN] No dia 10 de dezembro, o Ceará estava respirando A Grande Esperança. Adventistas nas ruas e a população querendo conhecer mais sobre a alegria que motiva esses corações. Corre aqui, corre alí, a comitiva de líderes das diversas áreas da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) para o Ceará e Piauí não parava.

Passeata, trio elétrico… espera! “Temos que atender a solicitação daquele presídio lembra?”, a professora Ruth Fontes, esposa do pastor Eliezer Júnior, faz referência a mil oitocentos e cinquenta livros solicitados pela Casa de Privação Provis
ória de Liberdade Des. Francisco Adalberto de O. Barros Leal, em Caucaia (CE), o pedido chegou na sede administrativa da IASD no dia 18 de outubro.

O impulso, motivado pelo Espírito Santo, conduziu todos ao local. A recepção foi desconfiada, mas logo surge um homem. De meia idade, cabelos médios, alto e com aparência séria, esse atende o pastor Eliezer Júnior e os demais. O livro é apresentado e menciona-se a solicitação. Não sabiam os presentes que Deus os havia conduzido para aquele local especialmente para ouvir aquele homem.

De pronto, o policial Leopoldo informou que assistia a TV Novo Tempo diariamente e estava ansioso em aprofundar-se nas verdades bíblicas, permitiu que entregássemos alguns livros e voltássemos para concluir a doação. Alguns minutos de conversa foram suficientes para que declarasse sua admiração pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. Em meio a palavras entusiasmadas e olhando sucessivamente para o livro A Grande Esperança que tinha em suas mãos repetia: “Quero aprender sobre o sábado, minha igreja não quer que eu saiba, mas vou buscar na Bíblia. Sinto que onde estou não há mais o Espírito Santo”.

Até encontrar a Casa de Privação foi necessário pedir informações, retornar, percorrer estradas ruas, mas Deus tinha alguém para mostrar a Esperança, porque “tudo o que o SENHOR quis, fez” (Salmo, 135:6). “Sei que a presença de vocês aqui hoje foi providência de Deus. Ele sabia que eu trabalharia neste horário, por isso os trouxe aqui para me presentear com o livro A Grande Esperança”, afirmou Leopoldo com sincero sorriso nos lábios. [Equipe ASN, Thais Firmino].

Notícias Relacionadas

WordPress Image Lightbox